História

O SINTTEL – Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado do Rio Grande do Norte, com endereços em Natal e em Mossoró, foi criado em 1957 e possui registro sindical devidamente regularizado no Ministério do Trabalho e Emprego para, em nível estadual, representar todos os trabalhadores que, direta ou indiretamente, atuam no setor das telecomunicações.

O SINTTEL é filiado à CUT desde 1995 e, a partir de junho de 2011, por decisão da categoria em uma grande assembleia realizada na ocasião, passou a integrar a FENATTEL – Federação Nacional dos Trabalhadores em Telecomunicações. A FENATTEL, por sua vez, integra a Contcop e a UNI Américas.

Assim organizado verticalmente, o SINTTEL desenvolve sua ação sindical sob os princípios da CUT e da FENATTEL, apoiando o projeto nacional de unidade de todos os sindicatos de telecomunicações, em prol das lutas dos trabalhadores e da sociedade em geral.

O SINTTEL prima pelo diálogo ético, responsável e consequente, e se destaca pela sua capacidade de negociação, tendo angariado o respeito dos órgãos públicos de fiscalização do trabalho – a Procuradoria Geral do Trabalho e Secretaria de Relações do Trabalho (SRTE). Quando necessário, o SINTTEL não titubeia no enfrentamento com as empresas, tendo já realizado mobilizações, paralizações parciais e greves memoráveis em defesa dos interesses dos trabalhadores representados.

A partir de sua filiação à FENATTEL, o SINTTEL ganhou novo impulso no cenário nacional, passando a ocupar espaço na Direção Executiva da Federação e nas principais comissões de negociações com grandes empresas do setor de telecom. E além da pauta trabalhista e previdenciária, o SINTTEL também atua no âmbito do Congresso Nacional, em favor de projetos de interesse da classe trabalhadora e da sociedade.

Com muita seriedade e avesso à politicagem divisionista, o SINTTEL segue trilhando sua trajetória, fazendo história com suas lutas em favor da categoria – trabalhadores e aposentados – das telecomunicações.