Trabalhadores da AeC decidem entrar em greve

Postado por: admin Categoria: Notícias

greve

Em mais uma histórica afirmação de unidade e consciência de classe, os trabalhadores da AeC, em assembleia realizada nesta sexta-feira (01/04) decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado. Dos 1.900 trabalhadores que participaram da assembleia, 1.283 foram favoráveis à decretação da greve, o mais breve possível.

Os trabalhadores reivindicam da AeC, além do reajuste dos salários retroativamente à 1º de janeiro, data base da categoria, a implantação do benefício do vale refeição para os teleoperadores, que hoje recebem apenas um lanche fornecido pela empresa, além da negociação de um acordo específico para pagamento de participação nos lucros e resultados. Afinal, a AeC, ao que sabemos, é a única grande empresa de teleatendimento no país que não concede esses benefícios aos seus teleoperadores.

A categoria demonstrou com absoluta clareza estar cansada de ser explorada pela empresa, especialmente por continuar recebendo apenas o salário R$ 788,00, quando o salário mínimo nacional já foi reajustado para R$ 880,00. A insatisfação dos trabalhadores também decorre da empresa negar a concessão de vale alimentação/refeição, mesmo depois da entrega de um abaixo assinado com mais de mil e duzentas assinaturas de trabalhadores reivindicando o benefício.

Na próxima semana, a direção do sindicato tomará todas as medidas legais cabíveis para assegurar a legalidade do movimento grevista, entre elas, a comunicação da greve à população, definir efetivo mínimo, além de notificar oficialmente a empresa.

Os trabalhadores devem ter cautela e paciência, pois a luta é árdua e difícil. É preciso firmeza e determinação. Confiantes, os trabalhadores devem aguardar e seguir as orientações do Sinttel, para fazer crescer a mobilização de todo o conjunto dos trabalhadores.

Agora é a hora de permanecermos mobilizados e atentos aos chamamentos do sindicato. Aprovar a greve é um passo importante, mas não é o bastante. Depois de cumpridas as formalidades legais, nosso compromisso será um só: CRUZAR OS BRAÇOS!

Compartilhar este post

Deixe um comentário


× WhatsApp