Continuam as negociações com a Oi

Postado por: admin Categoria: Notícias

Oi-fachadaSeguindo o cronograma definido na primeira reunião, na quinta-feira passada (20/11), a Comissão da Fenattel esteve reunida mais uma vez com diretoria da Oi para buscar um entendimento visando à renovação do acordo coletivo de trabalho.

De início, a empresa apresentou o detalhamento dos números referentes ao Placar 2014. Apesar dos números operacionais da empresa terem ficado abaixo do estimado, foi confirmada a tendência de pagamento (cálculo de janeiro a outubro), ainda que com diferenças entre as regionais (BA 1,8/CE 1,6/Centro-Oeste 2,4/MG 1,5/ Norte 1,8/PE 1,6/RJ 1,7/SP 2,2/Sul 1,4 salários).

Em seguida, os representantes da empresa responderam a contraproposta da Comissão para renovação do ACT da Oi apresentada na última semana com os seguintes números:

* 6% nos salários até R$ 5.000,00 e R$ 300,00 fixos para os salários acima, em janeiro/2015;
* Os tíquetes passariam para R$ 27,00 em janeiro/2015;
* O auxílio-creche iria para R$ 392,00 em janeiro/2015;
* O auxílio-creche especial ficaria em R$ 820,00 em janeiro/2015;
* O auxílio-medicamento para R$ 1.113,00 em janeiro/2015;
* Os adiantamentos do Placar e 13º salário “poderiam ocorrer, mas em outro momento”.

Com relação ao acordo do pessoal das lojas, a resposta também foi ruim:

* 6% para todos os trabalhadores em dezembro;
* Os tíquetes passariam para R$ 18,55;
* O auxílio-creche iria para R$ 185,00;
* O auxílio-medicamento passaria para R$ 318,00.

Quanto à jornada de trabalho, a unificação de todos os trabalhadores nas 40h semanais ocorreria em novembro/2015.

A resposta patronal desagradou e muito a bancada dos trabalhadores, que rebateu os argumentos da empresa com diversos números e, principalmente, mostrando os acordos que estão sendo fechados com outras operadoras. A disposição dos sindicalistas é de não aceitar nenhum acordo com índices abaixo da inflação, nem com faixas salariais e muito menos com qualquer tipo de retrocesso.

Após um intervalo para reavaliação, a Comissão fez uma proposta direta e propositiva para o fechamento dos acordos. O alvo desta reunião passou a ser resolver as questões das lojas e da jornada. Assim, para a jornada de trabalho foi proposto 42h semanais para o pessoal da planta interna a partir de 01/01/2015 e 40h a partir de 01/09/2015.

Para as Lojas, a proposta foi a seguinte:

* 7,5% para todos os salários em novembro;
* Tíquete de R$ 19,00;
* Creche de R$ 200,00, incluindo os homens;
* Medicamento para R$ 400,00, mais o programa de doenças crônicas;
* Placar de 50% do salário e negociação até abril para o PPR 2015;
* Implantação do vale-cultura;
* Data-base em setembro do próximo ano.

Por fim, a bancada sindical apresentou uma última contraproposta para renovação do acordo da Oi:

* 7% para todos os salários;
* Tíquete de R$ 27,50 com diminuição da participação do trabalhador para 3%, 5% e 8%;
* Auxílio-creche de R$ 400,00, inclusive para os homens;
* Auxílio-creche especial de R$ 850,00;
* Medicamentos de R$ 1.125,00 com diminuição da participação do trabalhador para 10%, 20% e 30%;
* Adiantamento de um salário do Placar logo após a realização da assembleia;
* Pagamento de um talão extra de tíquete logo após a realização da assembleia;
* Adiantamento do 13º salário de 2015 em janeiro;
* Folgas não-descontáveis no dia de aniversário e nos dias 24 e 31/12, assim como por tempo de serviço;
* Pagamento de todas as refeições em viagens;
* Data-base em setembro do próximo ano.

Ao retomar a reunião, a representação da empresa ofereceu para as lojas um reajuste salarial de 6,34% em dezembro; tíquete de R$ 18,65; creche de R$ 190,00 e o auxílio medicamento de R$ 330,00. No último esforço negocial, a Comissão apresentou as condições finais para a renovação do acordo dos trabalhadores das lojas:

* Reajuste salarial de 6,34% em dezembro;
* Tíquete de R$ 19,00;
* Implantação do Placar até abril de 2015;
* Abono de R$ 400,00, além das demais cláusulas já pactuadas.

Para a jornada de trabalho, também foi formulada uma proposta final: igualdade nas 40h semanais para todos os trabalhadores a partir de 01/06/2015. Após um dia inteiro de discussões, os representantes da Oi solicitaram o encerramento da reunião por volta da 19h. Os trabalhos serão retomados nos próximos dias 27 e 28 de novembro, quando os dirigentes esperam concluir todo o processo negocial.

Compartilhar este post

Deixe um comentário


× WhatsApp