Mente sã, corpo são

Postado por: admin Categoria: Notícias

Em janeiro passado tivemos o mês alusivo a Saúde Mental, cujo propósito da campanha de colocar a saúde mental da humanidade em pauta requer inúmeros atores da sociedade. Sejam eles privados, públicos, instituições sociais ou mídias, com sua capacidade de difusão, se fazem importantes nesse universo.

Em especial em nosso setor de teleatendimento e nas lojas, cujas metas abusivas, eventuais casos de assédio moral e o intenso ritmo de trabalho acabam sendo fortes agentes causadores do adoecimento mental.

Estamos em um período em que o Home Office está em alta em virtude da pandemia ao qual enfrentamos e assim, ao medo de desemprego soma-se a necessidade de adaptação a essa nova rotina. O trabalho em home office tem suas vantagens, mas também suas desvantagens como, por exemplo, não respeitar nossos horários de lazer e descanso, o que pode trazer consequências ruins para nossa saúde. O Janeiro Branco quer chamar nossa atenção para esta problemática.

Um resultado simples e imediato é o nervosismo, que figura como porta de entrada para outros males. Uma pessoa em estado constante de tensão pode apresentar os seguintes sintomas:
• Cansaço mental
• Dificuldade de concentração
• Perda de memória imediata
• Apatia ou indiferença emocional
• Problemas de pele
• Queda de cabelo
• Gastrite ou úlcera
• Perda ou ganho de peso
• Desânimo, apatia ou questionamento frente a vida
• Ansiedade
• Crises de pânico
• Pressão alta
• Queda na qualidade de vida.

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), em média 14% dos benefícios anuais de saúde no Brasil são relacionados a transtornos mentais. Na realidade, este número é muito maior, uma vez que o medo ou preconceito acabam inibindo os trabalhadores a buscar ajuda.

Pelas informações da Internacional Stress Management Asociación (ISMA) no Brasil, o estresse atinge 70% dos trabalhadores brasileiros e causa depressão em 47%. A associação sugere ainda, que 30% da população economicamente ativa sofra de burnout.

Saiba mais sobre o assunto aqui: https://www.paho.org/pt/brasil e http://www.ismabrasil.com.br/

Compartilhar este post

Deixe um comentário


× WhatsApp