PLC do Teleoperador: FENATTEL defende a regulamentação da profissão em audiência no Senado

Postado por: admin Categoria: Notícias

iara.deyse.ragner.senadoNo último dia 16 de novembro ocorreu no Senado Federal a audiência pública do PLC 12/2016, que trata da regulamentação da profissão de Teleoperador. A sessão foi presidida pelo senador Edison Lobão, Presidente da Comissão de Assuntos Sociais daquela casa legislativa.

A FENATTEL e a Dra. Odete Reis, Auditora Fiscal do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), representaram de forma assertiva os trabalhadores e se posicionaram contra a rotatividade, o adoecimento, a precarização e em defesa da qualidade do serviço.

Odete apresentou o resultado das fiscalizações do MTE nas empresas. Na atividade de teleatendimento, segundo identificado, a organização do trabalho é focada na prescrição e no controle ostensivo, exigência da utilização exata do script, controle dos tempos de pausa e assédio moral. “Infelizmente o anexo II da NR 17 são descumpridos pelas empresas”, enfatizou Odete.

Na audiência pública, a dirigente do Sinttel RN e Diretora Executiva de Teleatendimento da FENATTEL, Iara Martins, esclareceu aos senadores a realidade dos trabalhadores do setor e defendeu, de forma firme e clara, a importância da regulamentação da profissão.

“A atividade inclui metas rígidas e inatingíveis, scripts e supervisão sem o prévio conhecimento do trabalhador. Há uma lógica de produção que não leva em conta a capacidade física e mental do trabalhador e, em nome do lucro, tratam o teleoperador como máquina. São senzalas modernas!”, afirmou Iara.

A jornada de trabalho dos teleoperadores é exaustiva, com alto índice de adoecimento, alta rotatividade, em que a maioria das demissões é feita a pedido dos trabalhadores. “Nós, da FENATTEL, entendemos que o PLC 12/2016 é similar ao anexo II da NR 17, portanto, precisamos regulamentar e transformar em lei, para melhorar as condições de trabalho de mais de 1 milhão de teleoperadores”, defendeu Iara.

A categoria dos teleoperadores do Rio Grande do Norte esteve também representada com a presença, na audiência pública, dos dirigentes do Sinttel RN Deyse Vale (Contact Center Riachuelo) e Ragner Araújo (Teleperformance).

Compartilhar este post

Deixe um comentário


× WhatsApp