Sindicatos do Norte e Nordeste juntos na Campanha Salarial 2015 da RM/ARM

Postado por: admin Categoria: Notícias

basta.de.exploracaoA partir do dia 1º de junho teremos um novo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) para os trabalhadores da RM/ARM do Norte e Nordeste. Os sindicatos da Fenattel nos estados: AL, AM, AP, BA CE, RN e RR tem a tarefa de trabalhar para construir uma negociação nacional que leve nossa data base para 1º de abril, buscando unificar as campanhas com os demais estados, além de resolver a PPR 2014 e negociar a PPR 2015.

A pauta de reinvindicações aprovada nas assembleias realizadas nos diversos estados foi entregue a empresa e será a base de todos os debates que serão travados com a empresa. Os trabalhadores da RM/ARM querem reajuste nos salários e benefícios que contemple GANHO REAL, além das perdas com a inflação do período.

As campanhas salariais que enfrentamos ano a ano são sempre muito difíceis pela enorme resistência das empresas, RM/ARM entre elas, em atender às justas reivindicações dos trabalhadores, apesar de sermos nós, com o nosso trabalho, com o nosso suor, que fazemos a empresa alcançar suas metas e resultados.

Aliás, são o nosso trabalho e o nosso suor que fazem os resultados também da Oi, a operadora de telecomunicações que terceiriza as atividades de instalação e manutenção de sua rede de telefonia para serviços de voz e dados. E somos nós, trabalhadores da ARM/RM que realizamos essas atividades como terceirizados da Oi.

Na condição de trabalhadores terceirizados, conhecemos bem os efeitos da terceirização defendida pelos patrões, beneficiários dos lucros exorbitantes conquistados às custas da precarização do trabalho através de jornadas excessivas, baixos salários e piores condições de saúde e segurança no trabalho. Por isso, somos contra o Projeta de Lei 4330 que regulamenta a terceirização no que há de pior para o trabalhador e melhor para o patrão. A aprovação desse projeto significa a retirada de direitos conquistados ao longo de muitos anos de duras lutas dos trabalhadores.

Por isso, escolhemos o Dia das Comunicações como nosso Dia Nacional de Lutas. Neste dia 5 de maio, os trabalhadores da ARM/RM estarão, em cada estado, mobilizados para expressar todo seu descontentamento e mostrar sua disposição para lutar por melhores condições de trabalho, de salários e benefícios.

TERCEIRIZAÇÃO SEM LIMITES PREJUDICA OS TRABALHADORES

O Projeto de Lei 4330/2004, recentemente aprovado na Câmara dos Deputados, não se propõe apenas à regulamentar as condições de trabalho dos cerca de 12 milhões de trabalhadores terceirizados existentes no país. Ao contrário, do jeito que foi aprovado, o Projeto coloca em risco os demais 33 milhões de brasileiros contratados diretamente pelas empresas, em um terrível retrocesso social nos que diz respeito aos direitos e garantias conquistados pela classe trabalhadora ao longo de muitos anos de árduas lutas.

Em várias oportunidades o Sinttel manifestou ser contrário à aprovação do PL 4330. Utilizamos nossas mídias impressas e eletrônicas para apresentar os fundamentos e argumentos que subscrevemos. E nos unimos aos demais movimentos de trabalhadores para cobrar nas ruas a responsabilidade de nossos representantes eleitos para o Congresso Nacional.

A terceirização sem limites que resultará em precarização das condições de trabalho foi aprovada na Câmara, mas a batalha ainda não terminou!

O Projeto agora será discutido, analisado e votado no Senado Federal. Uma sessão temática foi marcada para o dia 12 de maio e uma página na internet foi criada para colher as opiniões da sociedade civil. Você, trabalhador, precisa se fazer ouvir, precisa manifestar sua opinião! Se você tem acesso à internet, visite a página http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=120928 e opine!

DIGA NÃO AO PL 4330, O PL DA TERCEIRIZAÇÃO SEM LIMITES, DA PRECARIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO

Compartilhar este post

Deixe um comentário


× WhatsApp