Sinttel conquista avanços para o Acordo Coletivo 2015 da Teleperformance

Postado por: admin Categoria: Notícias

Extra.TeleperformanceDesde o fim do ano passado, quando se iniciou a negociação para renovação do Acordo Coletivo 2015 da Teleperformance, o Sinttel busca, incansavelmente, elevar os valores dos salários e benefícios dos trabalhadores.

No último dia 28 a empresa, enfim, atendeu o pleito do Sinttel! Confira a seguir, lembrando que a data base é 1º de janeiro e INPC do período foi 6,23%.

PISO MAIOR DO QUE O SALÁRIO MÍNIMO

Piso salarial: R$ 790,00 – ou seja, além do novo salário mínimo. O reajuste foi de 9,11%. Com isso, quebra-se o paradigma do piso salarial da categoria ser igual ao salario mínimo.

GANHO REAL NOS VALES ALIMENTAÇÃO

9,09% de reajuste nos vales alimentação:

a) Para quem tem jornada de 6 horas/dia, o valor passará para R$ 6,96/dia;
b) Para quem tem jornada de 7:12 horas/dia, o valor passará para R$ 7,58/dia;
c) Para quem tem jornada de 8 horas/dia, o valor passará para R$ 14,16/dia.

É PRECISO RECONHECER OS AVANÇOS

O Sinttel, com habilidade, competência e determinação, através da negociação, foi capaz de sensibilizar a direção da Teleperformance para melhorar sua proposta e, assim, reconhecer e valorizar o seu bem maior que são os seus trabalhadores.

Ganho Real – O reajuste de 9,09% pode até parecer pouco, mas representa ganho real nos vales alimentação.

DEMAIS CONDIÇÕES

Salários: Será aplicado sobre o salário de todos os trabalhadores o reajuste de 6,23%;

Auxílio Creche: será reajustado em 6,23%. O valor passará para R$ 190,74 até a criança completar 36 meses de vida.

Todas as demais cláusulas do acordo coletivo 2014 serão mantidas.

Com a aprovação soberana e democrática das assembleias realizadas no último dia 20 e os avanços acima descritos, o Sinttel assinará o Acordo Coletivo de Trabalho 2015 dos trabalhadores da Teleperformance RN, com um saldo positivo, pois prevaleceu o diálogo ético e o bom senso de ambas as partes – sindicato e trabalhadores x empresa.

DIRETORIA DA TELEPERFORMANCE RECEBE AS RECLAMAÇÕES DOS TRABALHADORES

No Sinttel nenhuma reclamação ou denúncia dos trabalhadores fica na gaveta. Todos os problemas levados pelos trabalhadores da Teleperformance foram, de imediato, tratados com a diretoria da empresa pelo Sindicato que aguarda providências concretas o mais breve o possível.

DENÚNCIA GRAVE DE PRÁTICA ANTI SINDICAL

Como se não bastassem os vários problemas do cotidiano, o Sinttel e a Teleperformance, nos últimos dias, tiveram que gastar horas de discussão sobre a prática anti-sindical por alguns colaboradores.

Interferir na liberdade e no direito à livre organização sindical dos trabalhadores é um crime grave e passivo de severas punições. Além disso, traduz o despreparo, a incompetência e a visão atrasada de pessoas que, em pleno século 21, ainda não entenderam a importância do papel de um Sindicato para os trabalhadores, em especial numa empresa de grande porte como a Teleperformance.

Abominando esse tipo de postura e acreditando na seriedade da direção da Teleperformance, que afirma categoricamente que “não admite esse tipo de prática antisindical”, o Sinttel vai aguardar providencias concretas e urgentes junto aos denunciados. CHEGA! RESPEITEM O SINTTEL!

Compartilhar este post

Comentários (2)

  • FRANCISCO CANINDÉ DE PAIVA

    Sinceramente, considerar que valor de 790,00 deve ser comemorado é chamar o trabalhador de ignorante, o salário mínimo Federal é 788,00, ou seja, aumentou 2,00 não dá nem pra pegar o ônibus. Vamos ser realistas, não temos o que comemorar.

    8 de fevereiro de 2015 a 05:17
    • Thanatos O-Yama

      Concordo em número, gênero e grau com o Francisco. Fazer esse mega-texto que quase parece uma Ilíada para dizer que houve uma guerra ferrenha para um aumento de 2,00 que sequer pega UMA passagem de ônibus e dizer que é para comemorar? Sério mesmo?

      Repetindo o Francisco: “[…] é chamar o trabalhador de ignorante […]”

      Sabe-se que essa empresa ao assumir a atuação da falecida JET, COAGIU os funcionários a pedirem demissão para só assim serem recontratados e por isso receberiam o “bônus” de um salário mínimo. E depois de tempo rolando na justiça foi dada uma multa (ridícula) de 200 mil reais.

      Tou para ver um sindicato nessa terra potiguar que realmente lute pelos trabalhadores. Porque dizer que isso é para comemorar é faltar com o respeito com esses.

      11 de julho de 2015 a 23:01

Deixe um comentário


× WhatsApp